Category: doces


CAJUZINHO

By Administrador,

Hoje por aqui tem cajuzinho. Tão humilde. Toda sua sofisticação está na capacidade de encantar, de despertar emoções. Existem várias maneiras de fazer. Eu tenho várias também. Essa receita é do cajuzinho mais básico e caseirinho que existe, mais baratinho inclusivo porque não leva leite condensado e é feito com açúcar e leite integral. Talvez a maneira mais antiga de fazer. Alguns talvez digam que é a maneira tradicional. Nada gourmet, nada diferentão, mas um pedacinho bem doce de amor. “Tio Julio, mas eu não gosto de amendoim”. Testa com repolho.

 

Modo de fazer:

1

Leve meio quilo de amendoim sem sal para torrar no forno pré-aquecido a 180°C. Eu uso sem pele. Se você usar
com pele, vai precisar tirar a pele depois de torrado.

2

Quando ficarem na cor marrom dourada (sem queimar!), retire do forno e espere esfriar completamente

3

Triture (processador de alimentos, liquidificador etc) para fazer uma farinha

4

Transfira para uma tigela e junte 300g de açúcar refinado (pode colocar por volta 250g de quiser menos doce porque é um doce com bastante açúcar) e 2 colheres (sopa) de chocolate em pó (ou achocolatado ou cacau em pó)

5

Acrescente 120g de leite integral (líquido) da seguinte maneira: acrescente a metade e vá apertando pra fazer a massa com a mão. Vá acrescentando o resto aos pouquinhos até ficar num ponto bom de fazer enrolar os docinhos. Não deixe ficar muito molhado senão a massa fica mole demais para enrolar, mas geralmente 120g de leite é o que uso. Menos que isso, a massa tem tendência a ficar quebradiça. Mais que isso, vira uma meleca

6

Faça os cajuzinhos, passe no açúcar cristal (ou deixe peladinho se quiser menos doce), coma todos e seja feliz!

BRIGADEIRO DE PAÇOCA

By Administrador,

Brigadeiro de que? De farinha láctea. De que, Tio Julio? Farinha láctea e nozes. Só isso? Óbvio que não, minha filha. Pega uma lata de leite condensado, 1 colher (sopa) bem cheia de manteiga sem sal, 1 bela pitada de sal (não, menina, manteiga com sal não é a mesma coisa que manteiga sem sal + sal), 75g de nozes bem picadas no processador de alimentos até ficar uma farofa fina, 4 colheres (sopa) de farinha láctea, 3 gemas peneiradas, mistura tudo e leva ao fogo baixo mexendo sempre até desgrudar do fundo da panela, depois coloca num prato untado para esfriar, faz bolinhas e passa na farinha láctea antes de comer todas as bolinhas sem neura, com muito equilíbrio e felicidade. “Tio Julio, mas eu sou da galera do contra e quero usar castanha-do-pará”. Pode usar, minha linda, até amendoim se você quiser, mas vai ficar com outro sabor e textura pelo mesmo motivo que maçã não é uva. Beijo! ♥️

Acesse o passo a passo pelo link: Brigadeiro de Paçoca – Passo a Passo

PUDIM

By Administrador,

Texto mais curto que esse não existe. Minha melhor receita de pudim. Aveludado, cremosão, gostosão, doçura no ponto correto, lisinho. Conheço gente assim 😅 CORRE E FAZ! Tá onde a receita? Nos destaques com o nome PUDIM com passo a passo e tudo. Impossível errar. Impossível não se apaixonar ♥️

Acesse o passo a passo pelo link: Pudim – Passo a Passo

Muffins de blueberry e manteiga “beurre noisette”

By julioketteley,

img_5086

Esses muffins são demais e nem precisam de batedeira elétrica! Feito com  “beurre noisette”,  também conhecida como manteiga queimada ou manteiga de avelã, que é basicamente manteiga derretida até os sólidos se separarem da gordura e torrarem.  Essa manteiga confere aos muffins um toque de caramelo inigualável.  Por cima de tudo ainda vai uma farofinha doce para formar uma capinha crocante depois de assada.

… Continue reading

Bolo de mel com gergelim e figo

By julioketteley,

00

CONTÉM GLÚTEN! Essa é uma receita da Turquia, inusitada e deliciosa. Figos frescos, mel e gergelim são abundantes nas sobremesas turcas. A massa do bolo é feita com amêndoas e semolina, o que é importante para deixar o bolo denso o suficiente para colocar o xarope quente de mel ao retirar do forno.  Você pode comer esse bolo ainda morninho ou completamente frio. Perfeito com um cafezinho!

… Continue reading